24 de jun de 2011

Mensagem da semana

                                                OS DOIS CAMINHOS


"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que
conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e
apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem." Mateus 7:13,14



Não há dúvidas que uma das melhores carreiras profissionais de hoje é a Logística. Isto
porque é a área em que as empresas mais consegue economizar, quando bem gerida,
com a customização dos trabalhos.
Nas empresas de transporte, a Logística é utilizada, para, dentre outras importantes
funções, a escolha das rotas, a fim de que seus veículos possam chegar com maior
rapidez a seus destinos, economizando tempo e dinheiro, e, ainda, agradando os
clientes, os quais, por este motivo podem ser fidelizados e também se interessar em
indicar outros.
Como na Logística, para se chegar a determinado local, podemos escolher entre dois
ou três caminhos, avaliando as vantagens da escolha, sabendo que qualquer deles,
mais rápido ou demorado, tranquilamente ou cansativamente, nos levará ao destino
pretendido.
Assim é nossa vida. Todos os dias escolhemos nossos caminhos, tanto no sentido
denotativo quanto no conotativo. Um sábio já falou: "o homem faz suas escolhas
e as escolhas fazem o homem". A Bíblia endossa este pensamento, ao afirmar
categoricamente que a escolha de nossos caminhos não somente determina o rumo
de nossa vida, mas, principalmente, o da nossa alma.
Muitos são os caminhos que podemos escolher. Muitas são as direções. Há quem
diga que todos os caminhos nos levam a Deus. No entanto, tal afirmação não possui
nenhum suporte bíblico, posto que Jesus nos ensina que somente um caminho
nos leva para o Céu: Jesus Cristo, ao passo que os demais, à condenação eterna:
"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por
mim. João 14:6.
E como identificar o melhor caminho? Os profissionais do volante, ante sua vasta
experiência, não encontram dificuldades para escolher as melhores rotas as fim de
alcançar seus destinos. Assim é o homem espiritual. Ele tem a Bíblia como bússola, GPS
ou coisa que o valha, e esta não deixa nenhuma margem para dúvida: o único caminho
que nos leva ao Céu é Jesus Cristo!
E somente os que são espirituais possuem tal discernimento, uma vez que, à primeira
vista, Jesus Cristo não seria a melhor opção. Não se trata de heresia, mas de fatos. A
vida com Cristo não é um mar de rosas. Trata-se de uma batalha, de lutas constantes.
Trata-se, ainda, de negar-se a si mesmo. A Bíblia diz que: "pois a nossa luta não
é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores
deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais."
Efésios 6:12. Seguir a Cristo de verdade importa em negar a prazeres mundanos.
No entanto, como disse anteriormente, pode parecer, à primeira vista.
Mas, como disse o sábio Salomão: "melhor é o fim das coisas do que o princípio
delas." Provérbios 7:8. E o fim daqueles que seguem a Cristo é a eternidade, habitando
nas mansões celestiais, num lugar onde não há mais morte, medo, tristeza, angústia
e todas as coisas que nos afligem durante a vida. Além disto, os que O seguem terão
a oportunidade de, eternamente, olhá-lo face a face, ouvir sua doce voz, falar com
Ele, adorá-lO pessoalmente.
Caro leitor, diante disto, qual caminho você escolhe?
Siga a Cristo e veja a diferença que Ele fará, desde já, na tua vida, e colha futuramente
os frutos da tua escolha: alegria eterna, diante do Senhor.
Que Deus te abençoe.
No amor de Cristo.

Pr. Júlio Nascimento

1 de jun de 2011

Mensagem da semana 31/05/2011

Dias melhores virão?

“Mas aquele que perseverar até o fim será salvo.” Mateus 24:13

Viver o agora, pensando no futuro: tem sido este o grande desafio de todos.
Ultimamente, pelo mundo afora tem aumentado a preocupação quanto à escassez
dos recursos naturais, sendo a última vedete, em nosso país, o fim do uso das sacolas
plásticas, prática já difundida Europa afora há tempos, vez que o material em
questão demora mais de um século para se decompor, e, por isso, constitui grande
impacto ambiental.
Em geral, ativistas do Greenpeace e cogêneres, assim como muitas outras pessoas
tem voltado seus olhos para esta e outras causas, a fim de deixar para as gerações
futuras um mundo melhor.
É bem verdade, que no campo da ciência e tecnologia são vistos, cada dia, grandes
avanços. Na última semana, começou uma corrida desenfreada para se adquirir
os “tablets”, que acabam de chegar ao país. A medicina, com o apoio da ciência,
tem desenvolvido técnicas que combatem doenças antes incuráveis e, em outros
casos, auferem ao paciente a condição de, mesmo ante a inexistência de cura, uma
sobrevida melhor, como nos casos da AIDS.
Mas em outros campos, é nítido o avanço do mundo para seu fim! Como já escrevi
nesta coluna, em outra oportunidade, Jesus, em Mateus 24 apontou diversos sinais
que apontavam para o fim. E tais sinais já vem sendo cumpridos, sendo visivelmente
notados em nossos dias.
Movido por força demoníaca, o Ministério da Educação e Cultura preparou vasto
material, que seria entregue na rede pública de ensino, visando, segundo seus
idealizadores, difundir a realidade do homossexualismo, a fim de propagar a
cultura de acolhimento e respeito às diferenças, o que na prática, era fazer o
homossexualismo parecer normal e incentivar as crianças a se tornarem adeptas a
esta anomalia, tão severamente repudiada por Deus, inclusive fazendo que cidades
como Sodoma e Gomorra fossem sumariamente riscadas do mapa.
A bancada evangélica na Câmara conseguiu, segundo consta, mediante barganha
política, frear a entrega de tal material nas escolas públicas. Pessoalmente, acredito
que é só questão de tempo para que isso ocorra de fato, pois setores da sociedade,
como já mencionei em outra oportunidade, guiados pelo inimigo de nossas almas,
têm focado suas ações no sentido de inculcar nos jovens o homossexualismo como
prática normal, levando-os a este caminho tortuoso e pecaminoso.
Tudo isto é prenúncio do fim. Seria isto motivo para nós, cristãos, nos conformarmos,
cruzarmos os braços e, simplesmente esperarmos? Há algumas décadas, até houve
quem o fizesse. Certo líder de determinada seita anunciou, como outros tantos, a
data do fim do mundo, e, seus seguidores, crendo em tal “revelação”, venderam
ou doaram tudo o que tinham, se vestiram de branco e subiram nos telhados. Nem
preciso falar o que aconteceu...
Quanto ao dia da volta de nosso Senhor, Ele mesmo encerrou qualquer previsão ou
discussão, afirmando que: “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos
que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai.” Marcos 13.32.
No entanto, fato é que
este Dia está próximo.
Mas e a lacuna entre o dia de hoje, terça feira, 31/05/11 e a o da volta de nosso
Jesus, como será? A Bíblia não deixa nenhuma dúvida quanto a isto, asseverando que
serão dias cada vez mais difíceis, a ponto de Jesus dizer: “Mas ai das grávidas,
e das que criarem naqueles dias! porque haverá grande aperto na terra, e ira
sobre este povo.” Lucas 21:23
É, meu irmão da OBPC do Jardim Villaça e demais caros(as) leitores(as) desta coluna,
estão chegando dias difíceis, dias em que muitos apostatarão, ou sejam, deixarão
sua fé de lado; muitos desistirão de Cristo, pois suas forças espirituais não serão
suficientes para guerrear tão renhida peleja. Mas haverá, com certeza, outro grupo:
o daqueles que vencerão. A estes, o Senhor Jesus já definiu a recompensa: “Ao que
vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci,
e me assentei com meu Pai no seu trono.” Apocalipse 3:21
Diante disto, volta a pergunta: ficaremos nós, cristãos, de braços cruzados? Em
primeiro lugar, não podemos, pois para que nosso Salvador volte é necessário que
se cumpra mais um dos sinais, o qual necessita de nosso esforço e cooperação:
o Evangelho ser anunciado a todas as nações. Muitos tem tem sido chamados
para exercer Ministério, em várias áreas, servindo ao Senhor na Igreja e fora
dela, mas todos nós recebemos do Senhor Jesus a missão de ganhar para elas almas:
“E (Jesus) disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho
a toda criatura.” Marcos 16:15.
Por outro lado, nós mesmos temos que cuidar de nossa própria salvação. Jesus
nos abre os olhos sobre esta verdade: “Pois, que adianta ao homem ganhar
o mundo inteiro e perder a sua alma?” Marcos 8:36. Podemos encarar estes
últimos dias como uma viagem, na qual necessitaremos de suprimentos, para que
não pereçamos no meio dela. O povo de Israel, em sua longa jornada até a terra
prometida, foi abastecido pelo Senhor com maná, água, codornizes, sem contar que
sua roupa e sapatos não se consumiram no deserto neste período. Temos que nos
abastecer também, sob pena de não aguentarmos a batalha que virá, cada vez mais
avassaladora!
Caro(a) leitor(a), não há dúvidas, pois, que “dias piores virão”. Nossa postura, deve
ser, diante de tudo isto, a de anunciar a Palavra aos que estão perdidos e também
nos prepararmos pessoalmente para esta batalha. O salmista nos dá um sábio conelho
a este respeito: “Confia no SENHOR e faze o bem; habita na terra e alimenta-te
mas todos nós recebemos do Senhor Jesus a missão de ganhar para
“E (Jesus) disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho
da verdade.” Salmos 37:3.
Vamos alimentar os outros, sem esquecer de nós mesmos, e, que, sejam duros como
forem os dias vindouros, estejamos preparados, perseveremos em nossa luta contra o
mal e vençamos!

No amor de Cristo,

Pr. Júlio Nascimento

Nosso perfil no Google

https://profiles.google.com/obpcjardimvillaca

O que vc procura nesse blog?