15 de jul de 2011

Escola Biblica de Férias 15 e 16 de Julho/2011

"A OBPC do JARDIM VILLAÇA
convida VOCE  passar dois dias de férias conosco!"

Dia: 15 e 16 de Julho/2011
Local: EMEF Iracema Villaça
Horaio: Das 14:00 às 17:00
Idade: 05 a 12 anos
Venha! Será Imperdivel!!!

11 de jul de 2011

Mensagem da Semana 10/07/2011

VENCENDO OS GIGANTES

“Disse mais o filisteu a Davi: Vem a mim, e darei a tua carne às aves do
céu e às bestas do campo. Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim
com espada, e com lança, e com escudo; porém eu venho a ti em nome
do SENHOR dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens
afrontado.” (1 Sm. 17: 44,45)




Há um cântico, muito antigo, facilmente encontrado em hinários de algumas
Igrejas que diz “não é dos fortes a vitória, nem dos correm melhor; mas
dos fiéis e sinceros que seguem junto ao Senhor”. E outra não foi a sina de
Davi, cujo nome, não coincidentemente, significa “amado do Senhor”.
Davi era um adolescente, que servia ao Senhor, e, já na adolescência cuidava
do rebanho da família, ajudando no custeio das despesas do lar e também
aliviando a carga de seus pais. Se sua biografia se limitasse ao período
compreendido entre seu nascimento e este momento, certamente não seria
digna de nota, visto que nada mais fazia que a maioria dos adolescentes,
sendo, portanto, comum.No entanto, uma atitude fez com que a história
deste adolescente deixasse de ser comum para se tornar uma das mais
fantásticas da Bíblia, uma história de luta e grande conquista.
Golias, um gigante, melhor, uma aberração da natureza, segundo os relatos
bíblicos, uma vez que, de acordo com as medidas fornecidas pela Palavra
media mais de três metros de altura, muito superior aos maiores jogadores
de basketball da liga norte americana, já notabilizada pela descomunal altura
de seus atletas, representando os filisteus, afrontou, por quarenta dias, pela
manhã e à noite, ininterruptamente, o povo do Senhor, desafiando a todos
seus soldados e até mesmo o forte e destemido rei Saul, que de pequeno nada
tinha, medindo cerca de dois metros de altura, além de experimentado em
batalhas, sem encontrar alguém que se propusesse a desafiá-lo.
Colhemos do texto de 1 Sm. 17 que Davi havia sido enviado por seu pai para
levar mantimento a seus irmãos mais velhos que haviam saído à guerra e não
para pelejar, afinal, não tinha condições humanas para isto. Até então, o
mesmo não tinha conhecimento da humilhação imposta pelo gigante a seu
povo, mas, ao cumprir sua missão, ouviu uma única vez do algoz de Israel
as afrontas repetidas dia após dia, e, diante disto, se mostrou ferido e, ao
mesmo tempo, revoltado, o que o fez questionar os “valentes” guerreiros de
seu povo se ninguém enfrentaria Golias.
Surpreendido com a covardia dos soldados judeus, Davi se apresentou para
enfrentar o gigante. Seu irmão e o próprio rei tentaram demovê-lo da
ideia, convictos de que seria presa fácil para o gigante gladiador; porém, o
jovem se mostrou firme em seu propósito, até que permitiram sua “louca”
iniciativa. Ao contrário de Golias, não era alto, experiente, tampouco portava
o armamento necessário para o confronto a que se lançou, o que fazia do
gigante o grande favorito à vitória nesta batalha. No entanto, Davi tinha
uma arma, que deixou para apresentar somente quando foi pessoalmente
afrontado e amaldiçoado pelo gigante: o nome do Senhor!
Contrariando todas as perspectivas criadas, até por seu próprio povo, Davi
venceu o gigante, derrubando-o ao chão e, em seguida, cortando sua cabeça,
como confirmação da vitória, decretando o fim do opróbrio de sua nação.
A sequência da história de Davi o coloca na condição de rei, e, mantendo
firme sua fé no Deus que lhe concedeu a vitória sobre o gigante, cravou seu
nome nos anais da história como o maior de todos os reis que o mundo teve
notícia.
Muitas são as batalhas na vida do cristão, nas quais, muitas vezes nos sentimos
como um adolescente, despreparado e sem armas para vencer os gigantes que
se levantam. Podemos tirar ricos ensinamentos da história de Davi, para que,
como ele, nos tornemos grandes vencedores:
1) Possua a arma certa. Davi não portava lança, nem escudo, muito menos
espada, mas tinha guardada a arma que lhe traria a vitória: a fé. O próprio
Jesus afirmou que quem nEle crê faria as mesmas obras que Ele e até mesmo
maiores (Jo 14.12). O salmista asseverou que “uns confiam em carros e
outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do SENHOR nosso
Deus”. ( Sl. 20.7). João escreveu em sua primeira carta: “E esta é a vitória
que vence o mundo: a nossa fé”. (I João 5:4). Não se trata de comodismo,
a ponto de cruzarmos os braços e esperar que Deus faça tudo, até porque tal
omissão contraria a própria Palavra; mas, antes de ir para a batalha, temos
que crer que o Senhor vai à nossa frente e que quando lutamos em nome dEle,
não há nada nem ninguém que nos tome a vitória.
2) Enfrente o gigante. Em situações de risco temos, em geral, duas escolhas:
fugir ou enfrentar. Davi enfrentou o gigante: forte, valente, preparado e
armado e, diferente de todos os soldados e até mesmo o rei, o enfrentou.
Tem lutas nas quais podemos ter a certeza de que não conseguiremos vencer,
pois as circunstâncias não nos são favoráveis. A mais cômoda das atitudes é
fugir, mas a atitude dos vencedores é encarar. Encare o gigante. Ele vai cair!
3) Não dê ouvidos à multidão. Quando estamos diante de um gigante, muitos
palpiteiros de plantão dão seus palpites, até porque palpitar não requer
esforço, muito menos que o próprio palpiteiro vá à batalha. Irmão, quem tem
que ir à batalha é você! Tenha a Bíblia como seu GPS. Se Deus disse que a
vitória é sua, não ligue se a maioria lhe disser que você não pode. Bartimeu
enfrentou a multidão e o negativismo dela, que insistentemente dizia que ele
não conseguiria; Josué e Calebe foram apenas duas vozes dissonantes em um
universo de doze, igualmente capacitados e escolhidos, que se levantaram, e
diferente de seus pares, conclamaram o povo a avançar, pois criam na vitória
que o Senhor lhes daria, e outros tantos exemplos bíblicos poderíamos listar
de pessoas que foram contra a multidão e se tornaram grandes vencedores.
Confie em Deus. Não é a multidão que vai à luta, é você! Não ouça a multidão
e seja um vencedor!
4) Corte a cabeça do gigante. Cortar a cabeça tinha, entre outros
significados, concluir a batalha. Em uma das parábolas, Jesus, ao metaforizar
a pregação da Palavra, relacionou situações em que ela foi lançada e quais
resultados. Uma das situações decepcionantes foi a da lançada à beira
do caminho, a qual foi comida pelas aves do céu, ou seja, não prosperou.
E Ele mesmo falou que “aquele que perseverar até o fim será salvo.”
(Mt. 24:13). Para vencer a batalha não basta possuir a arma certa, enfrentar
o gigante e negligenciar a voz negativa da multidão; é preciso ir até o fim.
Quantas disputas esportivas já estavam ganhas faltando segundos, até que a
equipe, até então, derrotada, se superou e utilizou os últimos momentos que
faltavam para garantir a virada. Começou a batalhar? Vá até o fim! Conclua
sua vitória e como Davi, seja mais que vencedor!
No amor de Cristo,
Pr. Júlio Nascimento

6 de jul de 2011

4° Congresso Missionário em São João Novo - São Roque

Mensagem de Deus para você:
"Assim diz o SENHOR, o teu Redentor, o Santo de Israel: Eu sou o SENHOR teu Deus, que te ensina o que é útil, e te guia pelo caminho em que deves andar." Is. 48:17




            VEM AÍ!!!

 4° Congresso Missionário em São João Novo          São Roque
 Dia: 16 de Julho de 2011
 Horario: 18:00 hrs
 Local: Quadra de esportes Núcleo II

IGREJA BATISTA MISSIONÁRIA

24 de jun de 2011

Mensagem da semana

                                                OS DOIS CAMINHOS


"Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que
conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela; E porque estreita é a porta, e
apertado o caminho que leva à vida, e poucos há que a encontrem." Mateus 7:13,14



Não há dúvidas que uma das melhores carreiras profissionais de hoje é a Logística. Isto
porque é a área em que as empresas mais consegue economizar, quando bem gerida,
com a customização dos trabalhos.
Nas empresas de transporte, a Logística é utilizada, para, dentre outras importantes
funções, a escolha das rotas, a fim de que seus veículos possam chegar com maior
rapidez a seus destinos, economizando tempo e dinheiro, e, ainda, agradando os
clientes, os quais, por este motivo podem ser fidelizados e também se interessar em
indicar outros.
Como na Logística, para se chegar a determinado local, podemos escolher entre dois
ou três caminhos, avaliando as vantagens da escolha, sabendo que qualquer deles,
mais rápido ou demorado, tranquilamente ou cansativamente, nos levará ao destino
pretendido.
Assim é nossa vida. Todos os dias escolhemos nossos caminhos, tanto no sentido
denotativo quanto no conotativo. Um sábio já falou: "o homem faz suas escolhas
e as escolhas fazem o homem". A Bíblia endossa este pensamento, ao afirmar
categoricamente que a escolha de nossos caminhos não somente determina o rumo
de nossa vida, mas, principalmente, o da nossa alma.
Muitos são os caminhos que podemos escolher. Muitas são as direções. Há quem
diga que todos os caminhos nos levam a Deus. No entanto, tal afirmação não possui
nenhum suporte bíblico, posto que Jesus nos ensina que somente um caminho
nos leva para o Céu: Jesus Cristo, ao passo que os demais, à condenação eterna:
"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por
mim. João 14:6.
E como identificar o melhor caminho? Os profissionais do volante, ante sua vasta
experiência, não encontram dificuldades para escolher as melhores rotas as fim de
alcançar seus destinos. Assim é o homem espiritual. Ele tem a Bíblia como bússola, GPS
ou coisa que o valha, e esta não deixa nenhuma margem para dúvida: o único caminho
que nos leva ao Céu é Jesus Cristo!
E somente os que são espirituais possuem tal discernimento, uma vez que, à primeira
vista, Jesus Cristo não seria a melhor opção. Não se trata de heresia, mas de fatos. A
vida com Cristo não é um mar de rosas. Trata-se de uma batalha, de lutas constantes.
Trata-se, ainda, de negar-se a si mesmo. A Bíblia diz que: "pois a nossa luta não
é contra pessoas, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores
deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais."
Efésios 6:12. Seguir a Cristo de verdade importa em negar a prazeres mundanos.
No entanto, como disse anteriormente, pode parecer, à primeira vista.
Mas, como disse o sábio Salomão: "melhor é o fim das coisas do que o princípio
delas." Provérbios 7:8. E o fim daqueles que seguem a Cristo é a eternidade, habitando
nas mansões celestiais, num lugar onde não há mais morte, medo, tristeza, angústia
e todas as coisas que nos afligem durante a vida. Além disto, os que O seguem terão
a oportunidade de, eternamente, olhá-lo face a face, ouvir sua doce voz, falar com
Ele, adorá-lO pessoalmente.
Caro leitor, diante disto, qual caminho você escolhe?
Siga a Cristo e veja a diferença que Ele fará, desde já, na tua vida, e colha futuramente
os frutos da tua escolha: alegria eterna, diante do Senhor.
Que Deus te abençoe.
No amor de Cristo.

Pr. Júlio Nascimento

1 de jun de 2011

Mensagem da semana 31/05/2011

Dias melhores virão?

“Mas aquele que perseverar até o fim será salvo.” Mateus 24:13

Viver o agora, pensando no futuro: tem sido este o grande desafio de todos.
Ultimamente, pelo mundo afora tem aumentado a preocupação quanto à escassez
dos recursos naturais, sendo a última vedete, em nosso país, o fim do uso das sacolas
plásticas, prática já difundida Europa afora há tempos, vez que o material em
questão demora mais de um século para se decompor, e, por isso, constitui grande
impacto ambiental.
Em geral, ativistas do Greenpeace e cogêneres, assim como muitas outras pessoas
tem voltado seus olhos para esta e outras causas, a fim de deixar para as gerações
futuras um mundo melhor.
É bem verdade, que no campo da ciência e tecnologia são vistos, cada dia, grandes
avanços. Na última semana, começou uma corrida desenfreada para se adquirir
os “tablets”, que acabam de chegar ao país. A medicina, com o apoio da ciência,
tem desenvolvido técnicas que combatem doenças antes incuráveis e, em outros
casos, auferem ao paciente a condição de, mesmo ante a inexistência de cura, uma
sobrevida melhor, como nos casos da AIDS.
Mas em outros campos, é nítido o avanço do mundo para seu fim! Como já escrevi
nesta coluna, em outra oportunidade, Jesus, em Mateus 24 apontou diversos sinais
que apontavam para o fim. E tais sinais já vem sendo cumpridos, sendo visivelmente
notados em nossos dias.
Movido por força demoníaca, o Ministério da Educação e Cultura preparou vasto
material, que seria entregue na rede pública de ensino, visando, segundo seus
idealizadores, difundir a realidade do homossexualismo, a fim de propagar a
cultura de acolhimento e respeito às diferenças, o que na prática, era fazer o
homossexualismo parecer normal e incentivar as crianças a se tornarem adeptas a
esta anomalia, tão severamente repudiada por Deus, inclusive fazendo que cidades
como Sodoma e Gomorra fossem sumariamente riscadas do mapa.
A bancada evangélica na Câmara conseguiu, segundo consta, mediante barganha
política, frear a entrega de tal material nas escolas públicas. Pessoalmente, acredito
que é só questão de tempo para que isso ocorra de fato, pois setores da sociedade,
como já mencionei em outra oportunidade, guiados pelo inimigo de nossas almas,
têm focado suas ações no sentido de inculcar nos jovens o homossexualismo como
prática normal, levando-os a este caminho tortuoso e pecaminoso.
Tudo isto é prenúncio do fim. Seria isto motivo para nós, cristãos, nos conformarmos,
cruzarmos os braços e, simplesmente esperarmos? Há algumas décadas, até houve
quem o fizesse. Certo líder de determinada seita anunciou, como outros tantos, a
data do fim do mundo, e, seus seguidores, crendo em tal “revelação”, venderam
ou doaram tudo o que tinham, se vestiram de branco e subiram nos telhados. Nem
preciso falar o que aconteceu...
Quanto ao dia da volta de nosso Senhor, Ele mesmo encerrou qualquer previsão ou
discussão, afirmando que: “Mas daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos
que estão no céu, nem o Filho, senão o Pai.” Marcos 13.32.
No entanto, fato é que
este Dia está próximo.
Mas e a lacuna entre o dia de hoje, terça feira, 31/05/11 e a o da volta de nosso
Jesus, como será? A Bíblia não deixa nenhuma dúvida quanto a isto, asseverando que
serão dias cada vez mais difíceis, a ponto de Jesus dizer: “Mas ai das grávidas,
e das que criarem naqueles dias! porque haverá grande aperto na terra, e ira
sobre este povo.” Lucas 21:23
É, meu irmão da OBPC do Jardim Villaça e demais caros(as) leitores(as) desta coluna,
estão chegando dias difíceis, dias em que muitos apostatarão, ou sejam, deixarão
sua fé de lado; muitos desistirão de Cristo, pois suas forças espirituais não serão
suficientes para guerrear tão renhida peleja. Mas haverá, com certeza, outro grupo:
o daqueles que vencerão. A estes, o Senhor Jesus já definiu a recompensa: “Ao que
vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci,
e me assentei com meu Pai no seu trono.” Apocalipse 3:21
Diante disto, volta a pergunta: ficaremos nós, cristãos, de braços cruzados? Em
primeiro lugar, não podemos, pois para que nosso Salvador volte é necessário que
se cumpra mais um dos sinais, o qual necessita de nosso esforço e cooperação:
o Evangelho ser anunciado a todas as nações. Muitos tem tem sido chamados
para exercer Ministério, em várias áreas, servindo ao Senhor na Igreja e fora
dela, mas todos nós recebemos do Senhor Jesus a missão de ganhar para elas almas:
“E (Jesus) disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho
a toda criatura.” Marcos 16:15.
Por outro lado, nós mesmos temos que cuidar de nossa própria salvação. Jesus
nos abre os olhos sobre esta verdade: “Pois, que adianta ao homem ganhar
o mundo inteiro e perder a sua alma?” Marcos 8:36. Podemos encarar estes
últimos dias como uma viagem, na qual necessitaremos de suprimentos, para que
não pereçamos no meio dela. O povo de Israel, em sua longa jornada até a terra
prometida, foi abastecido pelo Senhor com maná, água, codornizes, sem contar que
sua roupa e sapatos não se consumiram no deserto neste período. Temos que nos
abastecer também, sob pena de não aguentarmos a batalha que virá, cada vez mais
avassaladora!
Caro(a) leitor(a), não há dúvidas, pois, que “dias piores virão”. Nossa postura, deve
ser, diante de tudo isto, a de anunciar a Palavra aos que estão perdidos e também
nos prepararmos pessoalmente para esta batalha. O salmista nos dá um sábio conelho
a este respeito: “Confia no SENHOR e faze o bem; habita na terra e alimenta-te
mas todos nós recebemos do Senhor Jesus a missão de ganhar para
“E (Jesus) disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho
da verdade.” Salmos 37:3.
Vamos alimentar os outros, sem esquecer de nós mesmos, e, que, sejam duros como
forem os dias vindouros, estejamos preparados, perseveremos em nossa luta contra o
mal e vençamos!

No amor de Cristo,

Pr. Júlio Nascimento

25 de mai de 2011

Mensagem da semana 23/05/2011

“Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga o
seu santo nome. Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de
nenhum de seus benefícios.” Sl. 103:1,2



Ingratidão: uma palavra muito pesada, mas muito presente. Onde? Em nossas
vidas. Traçamos rotas, perseguimos objetivos, pedimos coisas para Deus, mas
parece que nossa alma tem a tendência, cruel e ingrata, de esquecer do que
Ele já fez por nós.
O próprio Salmista afirma em Sl. 126:3: “grandes coisas fez o Senhor por
nós, por isso estamos alegres.” E não é verdade? Da mesma forma ingrata,
nos comparamos aos milionários, bem sucedidos e pensamos: porque não
eu? Mas deixamos de olhar para os miseráveis, que nada tem para comer,
vestir, morar; deixamos de olhar para aqueles que se encontram acamados,
há meses, anos, décadas, em um leito de dor, sem poder se movimentar e ver
as maravilhas da Criação de nosso Deus.
Não seria isto ingratidão? Não tenho dúvidas disto!
Davi convoca sua alma a bendizer o Senhor por tudo o que Ele fez. O que
isto significa? Davi é conhecido na Bíblia, dentre outros predicados, como
um adorador. Mas este rótulo não lhe foi dado somente por saber tocar
instumentos, compor músicas e, aproximadamente, 100 dos 150 salmos.
Davi é conhecido como um adorador, por demonstrar, em sua biografia, que
não tinha amarras para adorar a seu Deus e por adorá-lo, em toda e qualquer
circunstância.
Quando Davi convoca sua alma para bendizer, está dizendo a si mesmo para
não adorar somente com os lábios, mas verdadeiramente. O próprio Senhor
Jesus, ao ser indagado sobre os mandamentos, afirmou que se resumiam
a dois, um deles: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração,
e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento” (Mt. 22.37). Já o
apóstolo João nos ensina: “Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem
de língua, mas por obra e em verdade.” (1 Jo 3:18). É bem verdade que o
segundo dos textos se refere mais ao amor fraternal, mas pode aqui ser usado
analogicamente, confirmando o primeiro, demonstrando que Deus requer de
nós uma adoração verdadeira, a qual vai muito além de palavras.
E foi isto o que Davi decidiu fazer: convocar sua alma para bendizer, ou seja,
para louvar ao Senhor por tudo o que Ele fez, deixando de olhar para aquilo
que ainda não havia se concretizado, bem como o que não havia dado certo
no passado.
Nós, os filhos de Deus, somos espirituais. Almejamos e aguardamos a vinda
de nosso Senhor, quando arrebatará da terra Seu povo para com Ele morar
nas mansões celestes. Somente isto nos motivaria, como Davi, a convocarmos
nossa alma a adorá-Lo. Mas Seu amor não se resume à glória vindoura. amá-lo
a adorá-Lo. Mas Seu amor não se resume à glória vindoura. Lembro de uma
canção do Diante do Trono para crianças: “grande, tão grande; alto, tão
alto; fundo, profundo; é maior que o mundo” (o amor de nosso Deus).
Ele demonstra Seu Amor, no cuidado das coisas mínimas do nosso dia-a-dia,
naquilo que os outros consideram pequeno, mas que, para nós, é importante,
às vezes, vital.
Somente quem já passou por uma enfermidade sabe o valor da saúde;
somente quem passou fome, sabe o real valor de ter o pão, ainda que
somente o pão, e, ainda, seco, sobre a mesa; somente quem esteve à beira da
morte  reconhece a bênção de estar vivo. E a lista é, sem dúvida, muito
maior. Abra teus olhos. Pense no que Deus tem feito por você, inclusive as
coisas mínimas. E convoque sua alma para adorá-lo, verdadeiramente. Só Ele
merece!

No amor de Cristo,
Pr. Júlio Nascimento

23 de mai de 2011

Textos Biblicos para meditação

NÃO FARÁ DEUS JUSTIÇA AOS SEUS ESCOLHIDOS QUE A
ELE CLAMAM DIA E NOITE, EMBORA PAREÇA DEMORADO
EM DEFENDÊ-LOS? DIGO-VOS QUE, DEPRESSA, LHES
FARÁ JUSTIÇA. (Lucas 18:7-8)

Se
tens clamado a Deus em favor de algo e a resposta parece
 demorada, te encorajo neste momento:
O Senhor está atento ao teu clamor.
Ele é
o Deus de toda a justiça. É Ele quem te defende.
É Ele quem te dá a vtiória.
Crê somente.

***********************************************************************************



CERTAMENTE ESTOU CONVOSCO TODOS OS DIAS, ATÉ  A CONSUMAÇÃO DOS SÉCULOS. (Mateus 28:20)
São palavras de Jesus.

Tome posse delas pra ti neste dia.

 Pode
ser que vivencies alguma dificuldade, dor, tristeza, algo que tem te
preocupado

 sobremaneira, te tirado o sono e a paz. 

  Não te atemorizes, se
Jesus disse que estaria contigo todos os dias da tua vida  

é certo que
Ele está no meio desta tempestade.

 OLhe pra Ele, creia, teu barco não
vai afundar.  

Segura-te firme, Ele te ama, cuida de ti e te dá a vitória nesta causa.


**************************************************************************************

PARA MEDITAÇÃO: PALAVRAS  ESCRITAS POR VOLTA DE 3000 MIL ATRÁS

PELO SÁBIO REI SALOMÃO JÁ EM PLENA VELHICE.


Procurou o pregador achar palavras agradáveis; e escreveu-as com retidão, palavras de verdade.

 
As
palavras dos sábios são como aguilhões, e como pregos, bem fixados
pelos mestres das assembléias, que nos foram dadas pelo único Pastor.
E, demais disto, filho meu, atenta: não há limite para fazer livros, e o muito estudar é enfado da carne.
De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem.
Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.


Eclesiastes 12:10-14





********************************************************************************************



   SALMO 46

1 Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia.
2 Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se projetem para o meio dos mares;
3 ainda que as águas rujam e espumem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza.
4 Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o lugar santo das moradas do Altíssimo.
5 Deus está no meio dela; não será abalada; Deus a ajudará desde o raiar da alva.
6 Bramam nações, reinos se abalam; ele levanta a sua voz, e a terra se derrete.
7 O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.
8 Vinde contemplai as obras do Senhor, as desolações que tem feito na terra.
9 Ele faz cessar as guerras até os confins da terra; quebra o arco e corta a lança; queima os carros no fogo.
10 Aquietai-vos, e sabei que eu sou Deus; sou exaltado entre as nações, sou exaltado na terra.
11 O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.






***********************************************************************************************



"TEM MISERICÓRDIA DE MIM, Ó DEUS, TEM MISERICÓRDIA, POIS EM TI A

MINHA ALMA SE REFUGIA; À SOMBRA DAS TUAS ASAS ME ABRIGO, ATÉ QUE

PASSEM AS CALAMIDADES. CLAMAREI AO DEUS ALTÍSSIMO, AO DEUS QUE

POR MIM TUDO EXECUTA." (Salmos 57:1-2)

Se os dias são maus, as calamidades estão se aproximando, faça como o

salmista: ore e refugie à sombra das asas do Senhor Jesus. É o lugar mais

seguro em tempos difíceis, só com Ele estarás em segurança.

Ele te protege dos homens violentos e malvados.

Ele te dá descanso, cura tuas dores e feridas, te conforta e te consola.

Creia: Ele executa tudo por ti.

Abraços, um dia cheio de bênçãos,

amor e na paz do Senhor Jesus Cristo.



***************************************************************************************


"Ora, àquele que é poderoso para fazer infinitamente mais do que tudo
quanto pedimos, ou pensamos, conforme o seu poder que opera em nós..."
Efésios 3.20


Quando os
fardos se tornam pesados demais para nós, só há uma solução:
Deus. Deus pode tudo! Mas a ilimitada onipotência de Deus somente é
crida e compreendida de maneira limitada, e isso por incredulidade. Mas quando
a fé viva se direciona ao Todo-Poderoso, que tudo pode sem limites, não
há barreiras na consecução das grandes e maiores bênçãos
para aquele que crê – pois Deus pode! Seu ilimitado poder não pode
ser descrito em sua profundidade com palavras humanas. Ao analisar o versículo
acima, percebo: Deus pode! Ele pode tudo; Ele pode mais que tudo; Ele pode infinitamente
mais que tudo. Mas: Deus ainda pode muito mais, ou seja, "infinitamente
mais do que tudo quanto pedimos, ou pensamos..."
Ele pode realizar
em sua vida coisas que em sua atual situação você nem é
capaz de imaginar. Talvez você diga: eu não experimento a ajuda
do Senhor, tudo está tão difícil. Por que será?
Resposta: o poder de Deus opera em nós e por meio de nós segundo
a medida da fé: "...conforme o seu poder que opera em nós."
Por isso o Senhor Jesus disse: "Se podes! tudo é possível
ao que crê."


***************************************************************************************




ASSIM DIZ O SENHOR EM ISAÍAS 45:2-7:


Eu
irei adiante de ti, e tornarei planos os lugares escabrosos; quebrarei
as portas de bronze, e despedaçarei os ferrolhos de ferro.

Dar-te-ei
os tesouros das trevas, e as riquezas encobertas, para que saibas que
eu sou o Senhor, o Deus de Israel, que te chamo pelo teu nome.

Por
amor de meu servo Jacó, e de Israel, meu escolhido, eu te chamo pelo
teu nome; ponho-te o teu sobrenome, ainda que não me conheças.

Eu sou o Senhor, e não há outro; fora de mim não há Deus; eu te cinjo, ainda que tu não me conheças.

Para que se saiba desde o nascente do sol, e desde o poente, que fora de mim não há outro; eu sou o Senhor, e não há outro.

Eu formo a luz, e crio as trevas; eu faço a paz, e crio o mal; eu sou o Senhor, que faço todas estas coisas.




*************************************************************************************




"VINDE A MIM TODOS OS QUE ESTAIS CANSADOS E SOBRECARREGADOS, E EU VOS
ALIVIAREI. TOMAI SOBRE VÓS O MEU JUGO, E APRENDEI DE MIM, PORQUE SOU
MANSO E HUMILDE DE CORAÇÃO, E ENCONTRAREIS DESCANSO PARA AS VOSSAS
ALMAS. POIS O MEU JUGO É SUAVE E O MEU FARDO É LEVE." (Mateus.11:28-30)
São
palavras de Jesus, um convite dEle pra ti neste dia.
 Se a luta está
árdua,  as dificuldades se multiplicam, o peso vai além do que teus
ombros suportam, entregue a Ele.
Descanse em Seus braços. Ele tem  prazer em carregar tudo pra
ti e te aliviar.
Em troca terás um fardo tranquilo, leve, que nem sentirás.
Um abraço, muita paz e amor


***********************************************************************************



SALMO 37:1-11

Não te enfades por causa dos malfeitores, nem te s inveja dos que praticam a iniqüidade.

Pois em breve murcharão como a relva, e secarão como a erva verde.

Confia
no Senhor e faze o bem; assim habitarás na terra, e te alimentarás em segurança.

Deleita-te também no Senhor, e ele te concederá o que deseja o teu coração.

Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele tudo fará.

E ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu direito como o meio-dia.

Descansa
no Senhor, e espera nele; não te enfades por causa daquele que prospera
em seu caminho, por causa do homem que executa maus desígnios.

Deixa a ira, e abandona o furor; não te enfades, pois isso só leva à prática do mal.

Porque os malfeitores serão exterminados, mas aqueles que esperam no Senhor herdarão a terra.

Pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá; atentarás para o seu lugar, e ele ali não estará.

Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de
paz.



*************************************************************************************





"NA MINHA ANGÚSTIA CLAMEI AO SENHOR, E ELE
ME RESPONDEU. DAS PROFUNDEZAS DA SEPULTURA
GRITEI, E ELE OUVIU A MINHA VOZ." (Jonas.2:2)

Jonas orou ao Senhor depois de 3 dias no ventre do
peixe grande. Uma situação, aos nossos olhos, sem
saída. Mas Deus ouviu sua oração e ordenou ao peixe
que o lançasse fora.
Qualquer que seja o lugar que estiveres neste momento,
por mais tenebrosa seja tua situação, clame ao Senhor,
grite e Ele, que na Sua infinita misericórdia, te ouvirá. Ele
responderá e ordenará a todos os teus inimigos, que te
seguram nas dificuldades, que te solte e sejas livres
de todo o mal.


***********************************************************************************




Sim, Senhor, Tu acendes a minha candeia; o Senhor meu Deus alumia as minhas trevas.

Com o Teu auxílio dou numa tropa; com o meu Deus salto uma muralha.

Quanto a Deus, o Seu caminho é perfeito; a promessa do Senhor é provada; Ele é um escudo para todos os que nEle confiam.

Pois, quem é Deus senão o Senhor? e quem é rochedo senão
o nosso Deus?

Ele é o Deus que me cinge de força e torna perfeito o meu caminho;

faz os meus pés como os das corças, e me coloca em segurança nos meus lugares altos.

Adestra as minhas mãos para a peleja, de sorte que os meus braços vergam um arco de bronze.

Também me deste o escudo da tua salvação; a Tua mão direita me sustém, e a Tua clemência me engrandece.

Alargas o caminho diante de mim, e os meus pés não resvalam.  (Salmo 18:28-36



***********************************************************************************


"Parou
Jesus e disse: Chamai-o. Chamaram então o cego, dizendo-lhe: Tem bom
ânimo; levanta-te, ele te chama."
Marcos
10.49


Em nossos
dias também existem incontáveis "cegos" que ouvem a
voz de Jesus, mas não podem reconhecê-lO. Desse grupo fazem parte
as pessoas depressivas. Talvez você também não consiga reconhecer
a Jesus, talvez sua visão esteja obscurecida, porque em você tudo
são trevas. A Bíblia já não fala mais ao seu coração
como antigamente. Seu coração está tão pesado que
você nem consegue mais orar direito. Saiba que, neste exato momento, Jesus
de Nazaré passa por você. Aproveite agora esta oportunidade toda
especial. Invoque-O como fez o cego! Se você não puder orar em
voz alta, clame a Ele em seu coração: "Jesus, Filho de
Davi, tem compaixão de mim!"
Mesmo que você se encontre
no meio de uma multidão de pessoas, Jesus ouve você. O cego Bartimeu
não se deixou influenciar pela multidão, e Jesus parou por sua
causa. Jesus pára por sua causa se você clamar a Ele. O Senhor
Jesus curou o cego imediatamente? Não. Primeiro Bartimeu teve que se
aproximar bem de Jesus. E então Jesus abriu os olhos do cego? Ainda não,
pois Jesus ainda exigiu a expressão da fé do cego. Bartimeu compreendeu
isso e pediu: "Mestre, que eu torne a ver. Então Jesus lhe disse:
Vai, a tua fé te salvou."
Jesus também deseja ouvir o
que você espera dEle!

***********************************************************************************

17 de mai de 2011

Mensagem da semana 16/05/2010

“6 E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis,
porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.
10 Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e
uns aos outros se odiarão.
12 E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.
13 Mas aquele que perseverar até ao fim será salvo.
14 E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho
a todas as nações, e então virá o fim.” (Mateus 24)




Durante os anos, sobretudo em 2000, e, agora, através de uma conta, advinda
de um calendário de tribos antigas, muitas previsões vêm sendo feitas sobre o
fim dos tempos. No entanto, o próprio Senhor Jesus já havia dito que o dia e
a hora de sua segunda vinda não eram conhecidos por ninguém, a não ser pelo
Pai.
O texto acima traz muitos sinais do fim dos tempos. Muitos deles já sendo
manifestos, anunciando a volta de nosso Senhor. E nós, a Igreja dEle, dizemos
em coro: Maranata, vem, Senhor Jesus! Nos últimos dias, li, estarrecido,
algumas notícias que reforçam a evidência dos sinais, e, por consequência, a
volta de Jesus.
O Supremo Tribunal Federal, Corte máxima de nosso país decidiu aprovar a
União estável de casais homossexuais, outorgando-lhes direitos idênticos aos
das uniões heterossexuais, como adoção de crianças, pensão, dentre outros.
Logo em seguida, li que uma grande emissora de tv havia sido a pioneira a
veicular um beijo homossexual em uma novela.
Mais que isto, o que mais me estarreceu foi a repercussão que tais
acontecimentos tiveram. Brotam de todos os lados pessoas defendendo estas
posições, como que sendo algo natural, moderno, avançado, e assim por
diante.
MISERICÓRDIA!!!!!!! Este é meu grito, ainda que isolado!
Disse o Senhor a Ezequiel: “ Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos
secos, ouvi a palavra do SENHOR.” (Ez.37.4)
Deus nos escolheu para sermos Seus profetas em nossos dias. O profeta, nos
tempos do Antigo Testamento portavam mensagens, que, em geral, iam
contra os que as pessoas queriam ouvir, mas sempre na direção do que Deus
lhes queria dizer, fossem as palavras doces ou amargas. Todos sofreram.
Uns foram humilhados, torturados e até mortos por terem atendido a Ordem
Divina. Mas que disseram, disseram!
Houve um, Jonas, que teimou em não fazer o que Deus mandou e foi tragado
por um grande peixe, pagando um preço doloroso por sua desobediência.
Para muitos nos encontramos em um grande dilema: baixar a cabeça e
aceitar passivamente o que o mundo vem aprovando ou levantar nossa voz e
profetizar vida sobre os ossos secos. Eu fico com a segunda.
Não se trata de homofobia, até porque o próprio Deus ama a todos, não
fazendo acepção de pessoas (Rm. 2.11). Inclusive, todos nós, antes de O
conhecermos, andávamos errantes no pecado, fazendo muitas coisas que o
desagradavam, havendo, inclusive casos de ex-homossexuais, os quais foram
libertos pelo poder de Deus.
No entanto, o mesmo Deus condenou veementemente o homossexualismo,
sendo prova fiel de sua condenação a esta prática ter riscado do mapa duas
cidades (Sodoma e Gomorra), bem como afirmar, através do apóstolo Paulo:
“Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os
efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os
bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.”
(1 Co 6:10) (grifei)
Diante de tudo isto, podemos ver que o dia da volta de Cristo é chegado.
Também, que temos que tomar posição acerca dos últimos acontecimentos,
sobretudo os relatados acima, como profetas Seus, não para condenar, mas
para ser agentes de salvação.
Por isso, em nome de Jesus, vamos amar ainda mais os homossexuais, sem,
contudo, concordar com sua posição, orando e pregando o Evangelho,
para que se convertam de seus maus caminhos, não nos conformando com
esta postura, antibíblica, do homossexualismo, como disse Paulo:
“E
não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela
renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa,
agradável, e perfeita vontade de Deus.” (Rm. 12:2)
Que Deus os abençoe.
Pr. Júlio Nascimento

10 de mai de 2011

Mensagem da Semana 09/05/2011

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” João 3:16
“Amor”, palavra curta e de fácil pronúncia, mas difícil de ser aplicada na prática. Falamos que amamos nosso cônjuge, parentes, amigos, irmãos, mas nem sempre a declaração é verdadeira.
Em sua primeira carta (1 João 3:18), João nos ensina: “Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade”. Ainda, muitas vezes quando verdadeira, tal declaração não é compreendida ou tida como verdadeira , pois, como vivemos um tempo em que impera a mentira, onde as pessoas já estão cansadas de ouvir que são amadas, e, logo em seguida, serem pisoteadas por aquela que disse.
Como sempre falo aos amados em minhas pregações, gosto muito de ditados populares, pois muitos expressam a realidade. Um deles diz que: “contra provas, não há argumentos”.
Mais do que os dons espirituais, os quais eu reconheço, alguns, inclusive, Deus tem, por Sua misericórdia, me concedido, a maior prova de que a pessoa é um verdadeiro cristão sãos seus frutos, como escreveu Paulo aos Gálatas (Gl. 5:22,23). Tiago, por sua vez, faz verdadeiro desafio àqueles que dizem ter fé: “Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras” (Tg. 2:18). Temos que provar para que acreditem no que falamos!
Diante disto, pergunto: que prova poderíamos fazer do amor de Deus? Sendo Ele o princípio e o fim de todas as coisas, o Criador de todo o Universo, à exceção do homem, tudo exclusivamente pela Palavra, porque teria que se preocupar conosco, reles pecadores? É justamente esta a diferença do amor de Deus. A maior prova deste amor está em ter enviado ao mundo seu Filho para morrer por nossos pecados.
Escrevendo aos Romanos, o apóstolo Paulo reforça a grandeza do amor de Deus: “Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” (Rm. 5:8)
E não é  verdade? Podemos até, em momento agudo, nos jogar à frente de nossos queridos, para poupá-los da morte, morrendo em seus lugares. É difícil, mas já vimos relatos neste sentido. Mas Deus morreu por nós, quando nem o conhecíamos, quando para os outros, nenhum valor tínhamos.
Que grande amor! Maravilhoso amor! Perfeito amor!
Com este amor, nosso Senhor ama você. E com o mesmo amor te chama para junto dEle, para conhecê-Lo, aprender dEle, aceitá-lo como Salvador e, quando chegar tua hora da partida, morar com Ele no Céu.
Venha para Cristo! Experimente deste amor!
Que Deus o(a) abençoe!
Pr. Júlio Nascimento 

4 de mai de 2011

Visita à Ciclo Vital 21/04/2011

     Há algum tempo o Pastor Júlio desenvolve um trabalho excepcional no Lar de Idosos "CICLO VITAL", levando  a palavra de Deus e distribuindo carinho e amor tanto para os que la residem quanto para os que trabalham lá.
Deus continue usando a vida desse seu Servo Pr Júlio, fazendo dele um vaso renovado a cada manhã que o Senhor nos concede.

Nosso perfil no Google

https://profiles.google.com/obpcjardimvillaca

O que vc procura nesse blog?