22 de ago de 2012

Mensagem anunciada no culto realizado na Igreja O Brasil Para Cristo – Jd.Villaça, em 10/06/12.


                              UMA NOVA HISTÓRIA – Juízes 11:1,2

 

O que é preconceito? O dicionário assim conceitua: “conceito ou opinião formados antes de ter os conhecimentos adequados; atitudes discriminatórias incondicionadas contra pessoas de outra classe social, povos ou raças, grupos que seguem outras religiões.”

Temos, assim, o preconceito contra o baixo, o alto, o gordo, o magro, o pobre, o rico, o evangélico, o católico, e por aí vai.

Nesta Palavra, vamos conhecer alguém que foi vítima de preconceito logo desde o nascimento, mas que deu a volta por cima e se tornou um grande vencedor, sendo usado por Deus, abençoado e honrado. Mais: creio que através dela, alguns dos que a lerem, vão lembrar do preconceito que sofreram (ou sofrem) e também com a força de Deus, mirando no exemplo de nosso personagem, se tornarão também grandes vencedores.

Jefté, nome cujo significado é: “que Deus abra”, “que Deus liberte”. Parece até que o significado do nome representava um grito de liberdade de nosso personagem. Jefté era filho de uma prostituta com um homem que tinha outros filhos com sua mulher, ou seja, um filho “bastardo”, não legítimo.

Por este motivo, foi vítima de grande preconceito, sendo, inclusive, expulso de casa por seus “meio irmãos”. Notem, que, apesar de ser considerado um bastardo, ele também era filho, logo, tinha direitos, como os demais, e, mesmo assim, pelo preconceito, sofreu a dor e humilhação da expulsão de sua casa paterna.

Diante disto, Jefté ruma para uma terra distante, onde, além do desprezo e humilhação, convive com a solidão. Que quadro terrível!

Neste momento, imagino eu, que alguns dos que estão lendo esta mensagem, já estejam sentindo a agonia de Jefté, pois vivem em situação semelhante, e, por vezes, se sentem em uma terra distante. Para estes, tenho um recado de Deus: não importante o lugar que você esteja, não importa, sem em uma terra deserta se sinta, Deus está te olhando: “para onde me ausentarei do Teu Espírito? Para onde fugirei de tua face? Se subo aos céus, lá estás, se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também.” (Salmos 139:7,8)

Quem é de Deus, mesmo discriminado, solitário, triste, em meio a lutas, nunca está sozinho, pois os olhos de Deus estão sobre ele!

Tempos após este acontecimento (a expulsão do lar paterno), Jefté toma conhecimento de uma batalha que afligiu seu povo. Para sua surpresa, familiares seus o convidam para participar, mas não como mero coadjuvante, mas sim como o comandante de seu povo. Deveria ele aceitar?

Nas olimpíadas de 1988, um patinador, diante de uma plateia de aproximadamente 20.000 pessoas, comete um erro, que ele mesmo assim descreveu:

“num segundo, a minha mão toca o gelo; a lâmina não segura. Começo a escorregar e, agora, compreendo: estou a cair! Tudo o que ouço é o estatelar do gelo e o suspiro empático do que parece ser um milhão de vozes.”

Naquele momento, o patinador tinha que decidir, em menos de um segundo, focar no erro, desistindo, ou continuar e fazer o seu melhor. Ele mesmo relata que: “naquele instante, veio à mente o texto: ‘ainda que caia, não ficará prostrado’ (Salmos 37:24). Diante disto, decidiu patinar de todo o seu coração, como ao Senhor. No fim da apresentação, a numerosa plateia, em êxtase, o aplaudiu, de forma especial, por sua coragem e determinação.

Não se esqueça: é na guerra que se forja o caráter do soldado. É na guerra, que se constrói um grande vencedor!

Jefté, então, aceitou o convite, liderando seu povo na batalha. O resultado? Deus o honrou grandemente, entregando a vitória. Após isto, governou Israel por mais seis (06) anos.

Não importa o preconceito com que tratam você, nem o que pensam a seu respeito. Não importa se você se sente em uma terra distante. Se confiar em Deus, se tornará, como Jefté, um grande vencedor!

Deus te abençoe!

 

No amor de Cristo,

 

Pr. Júlio Nascimento

 

Igreja O Brasil Para Cristo – Jardim Villaça

Avenida São Manoel, 403 - Jardim Villaça – São Roque – SP.

Reuniões

4as – 19h30min / Domingos – 19h00

Blog: obpcjdimvillaca.blogspot.com


 

20 de ago de 2012

Reunião Especial dos Advogados

Bom dia a todos. Paz do Senhor!

Agosto é o nosso mês e Deus tocou em meu coração para realizar algo especial, compondo as comemorações.

Na próxima sexta, realizarei a 1a reunião especial dos advogados, na Igreja O Brasil Para Cristo, sito à Avenida São Manoel, 403, Jardim Villaça (próximo ao supermercado Estância do Jardim Villaça, rodovia Raposo Tavares, altura do km. 59), onde ministrarei a Palavra e orarei pelos estimados colegas, a pastir das 19h00.

Faço questão de tua presença.

Por favor, divulguem aos demais colegas.

Caso necessitem, entrem em contato comigo (99354-8602).

Abs.,


Júlio Nascimento
Advogado - OAB/SP 192.607
Pastor OBPC - RM 1356/SP
"Agindo Deus, quem impedirá?"

Mensagem de Nazaré


DE NAZARÉ? – João 1: 46,47

Mensagem transmitida no culto realizado na Igreja O Brasil Para Cristo – Jd.Villaça, em 22/07/12.

Nazaré – vila insignificante da Galiléia. Natanel se prendeu ao lugar mais que a pessoa. Entendia que um lugar simples, sem destaque como aquele não poderia ser o escolhido para o nascimento do Messias, ou seja, desprezou aquele lugar.

O dicionário conceitua desprezar como: não dar importância, não fazer caso, não levar em conta, tratar sem respeito ou consideração.

Quem já não foi vítima de desprezo?

O desprezo, como aconteceu com Natanael, leva em conta o lugar do nascimento, a cor da pele e outros aspectos pessoais, e não o que há dentro das pessoas: o potencial, as qualidades. Ao invés de se maravilhar com o nascimento do Messias Prometido, o Senhor Jesus, Natanael se prendeu ao fato de o nascimento ocorrer em uma vila simplória.

Há um ditado que diz que não devemos julgar o livro pela capa. E é assim que Deus nos ensina. Mas há muitos que fazem assim. E isso não é de hoje.  Mas muitas vezes são surpreendidos.

-Albert Einstein ia mal na escola quando pequeno;

-Beethoven era praticamente surdo! Filho de um pai alcoólatra e de uma mãe tuberculosa;

-Galileu Galilei era cego!

Certamente foram desprezados por isso, mas se tornaram grandes e marcaram época!

Davi também foi desprezado pelo gigante que humilhava seu povo:

“E, olhando o filisteu, e vendo a Davi, o desprezou, porquanto era moço, ruivo, e de gentil aspecto.” 1 Samuel 17:42

No entanto, foi surpreendido, pois, pelo Poder de Deus, Davi o venceu:

“Assim Davi prevaleceu contra o filisteu, com uma funda e com uma pedra, e feriu o filisteu, e o matou; sem que Davi tivesse uma espada na mão. Por isso correu Davi, e pôs-se em pé sobre o filisteu, e tomou a sua espada, e tirou-a da bainha, e o matou, e lhe cortou com ela a cabeça; vendo então os filisteus, que o seu herói era morto, fugiram. 1 Samuel 17:50-51

Jó foi desprezado, pois, apesar de ser o homem mais rico do mundo, em determinado momento, ficou em situação caótica, tendo perdido os filhos, a saúde, a esposa, os bens. Assim ele se sentia:

“Porque eu temia a grande multidão, e o desprezo das famílias me apavorava, e eu me calei, e não saí da porta.” Jó 31:34

Mas Ele tinha Deus e quem tem Deus, tem tudo! Tem esperança! Em seguida, Deus dá uma reviravolta na vida de Jó, o tornando ainda mais abençoado:

“E o SENHOR virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o SENHOR acrescentou, em dobro, a tudo quanto Jó antes possuía.” Jó 42:10

Além de nos ensinar, o próprio Deus não nos julga pelo temos, de onde viemos, mas o que para Ele somos!

A Bíblia diz que Ele não tem preconceito:

Porque, para com Deus, não há acepção de pessoas.” Romanos 2:11

E o Senhor revela que para Ele somos especiais. Toda a criação foi formada pela Palavra: (Gn.1:3,6,11...), mas o ser humano, de forma única:

“E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.” Gênesis 2:7

Não somente o material do qual o homem foi feito, mas também seu conteúdo foi especial. Somos imagem e semelhança de Deus:

“E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.” Gênesis 1:26

Isso quer dizer que como Ele, temos caráter, personalidade, sentimentos, características que não se vê no restante da criação. Somos especiais!

O apóstolo Pedro confirma o pensamento de Deus a nosso respeito:

“Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.” 1 Pedro 2:9

Para Deus somos especiais e é isso que importa!

Além de Deus nos considerar especiais, Ele é conosco, e isto faz toda a diferença!

Assim foi na vida de José. A diferença não foi seu porte físico ou inteligência, foi a presença de Deus:

“E o SENHOR estava com José, e foi homem próspero; e estava na casa de seu senhor egípcio. Vendo, pois, o seu senhor que o SENHOR estava com ele, e tudo o que fazia o SENHOR prosperava em sua mão.” Gênesis 39:2-3

Deus também está contigo!

Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti.” Isaías 43:2

“Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.” Salmos 91:15

“O SENHOR dos Exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.” Salmos 46:11

Podem falar o que quiser a seu respeito. Podem perguntar: mas de São Roque pode vir alguma coisa boa? Mas essa pessoa, ele, ela, podem fazer alguma coisa boa? O que importa:

Você é especial para Deus!

Deus está contigo!

De Nazaré sai coisa boa, sim! De São Roque, sai coisa boa também! De você saem coisas boas e continuarão saindo! Então levante a cabeça! Você é filho de Deus! Você pode chegar longe, alcançar, conquistar! Siga adiante!



Deus te abençoe!

No amor de Cristo,



Pr. Júlio Nascimento



Igreja O Brasil Para Cristo – Jardim Villaça

Avenida São Manoel, 403 - Jardim Villaça – São Roque – SP.

Reuniões

4as – 19h30min / Domingos – 19h00

Blog: obpcjdimvillaca.blogspot.com

Email: julionascimento2@yahoo.com.br

20 de jul de 2012

MENSAGEM DA SEMANA POR PR JULIO NASCIMENTO

CURA INTERIOR – Isaías 53.5
Mensagem transmitida no culto realizado na Igreja O Brasil Para Cristo – Jd.Villaça, em 06/05/12.

Muito se fala acerca das doenças psiquiátricas, dentre elas, a depressão, a síndrome do pânico, transtúrbio bipolar, esquizofrenia ( essa foi a Dra. Cinara Vazoller Leite que nos lembrou), dentre outras as quais têm resultado em uma corrida desenfreada aos consultórios psiquiátricos e psicológicos, e, por conseguinte, aos medicamentos de uso controlado, que se apresentam como atenuantes para as consequências destas patologias cada vez mais latentes em nossa sociedade.
Alguns cristãos, ou desavisados ou que não têm o costume de ler a Bíblia, falam, até mesmo no púlpito, que “crente não pode ter depressão”. Ora, o grande profeta Elias, após duro combate, em que enfrentou centenas de profetas do diabo e os venceu, com a força do Senhor, é ameaçado de morte pela terrível e temida rainha Jezabel. Quando ouve a notícia, encontra um zimbro, uma espécie de vegetação longilínea, que se desenvolve como pequena árvore, e de lá pede a morte (1 Rs. 19.4). Assim, a afirmação de que crente não pode ficar depressivo cai por terra à luz da Palavra.
Mais importante, porém, que saber do que se trata, é saber como tratar tais moléstias, que afligem tantos os cristãos como as demais pessoas. E a Palavra de Deus, como sempre, nos dá soluções.
Eis abaixo alguns dos passos que aquele que deseja ser curado da depressão, síndrome do pânico e demais transtornos psiquiátricos precisa dar:

1)   Reconhecer que precisa da cura.

Para tanto, algumas perguntas merecem ser por nós mesmos respondidas:

a)   Me aceito como sou?
b)   Aceito minhas responsabilidades como homem ou mulher?
c)    Estou sempre de mau humor?
d)   Tenho dificuldades de me aproximar das pessoas?
e)   Desconfio de tudo e de todos?
f)    Acho que sou tímido demais?
g)   Uso zombaria ou ares de superioridade em minhas falas?
h)   Tenho dificuldade de olhar nos olhos das pessoas?
i)     Nunca estou contente com o que faço?
j)    Me acho sem valor?
k)   Firo os outros involuntariamente?
Para aqueles que obtiveram respostas positivas, certamente precisam de cura interior.

2) Procurar identificar a causa
Há pessoas que, ou querendo se escusar de suas responsabilidades ou por pura ignorância, colocam na conta do diabo todo e qualquer problema da humanidade. Evidente que, como a Palavra afirma, ele veio para roubar, matar e destruir (Jo. 10.10), mas não é somente a ação dele que pode nos trazer máculas como as doenças psiquiátricas. Existem eventos, espirituais e cotidianos, alguns que nos remetem a tempos antigos, que podem ser a causa dos distúrbios apontados, dentre eles:
- afastamento de Deus por um período;
- pecados ocultos;
- nascimento, fruto de gravidez indesejada;
- rejeição na escola (“bullyng”);
- falta de demonstração de amor no lar;
- apelidos que desmerecem;
- preconceitos sociais e raciais;
- críticas e comparações;
- situações que geraram vergonha exagerada.

Neste momento, já reconhecemos que precisamos de cura e já identificamos possíveis causas. Que fazer agora? Próximo passo adiante:
3) Crer que Deus pode curar
Primeiro, precisamos que crer no amor de Deus: “e conhecer o amor de Deus, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda plenitude de Deus.” (Efésios 3:19). Já imaginou amor tão grande assim, que “excede todo entendimento”? Assim é o amor de Deus, que vai além de qualquer perspectiva e pode minar qualquer causa aos males sentidos na alma.

Mas também temos que crer no poder de Deus: “se pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (João 8:36). De nada adianta saber que o amor de Deus é infinito e pode agir em nosso problema, se não crermos que Ele tem poder para nos livrar. O texto vai além e afirma que aquele que é liberto pelo Filho, se torna, de fato livre, ou seja, livre de uma vez por todas (neste momento, enquanto escrevo, caem lágrimas de meus olhos. Aleluias!!!!!). Somos livres!!!! Se sinta livre, meu irmão!!!
Finalmente, é necessário crer na providência de Deus: “sede forte e corajosos; não temais, nem vos atemorizeis diante deles, porque o Senhor, vosso Deus, é quem vai convosco.” (Deuteronômio 31:6). Servimos um Deus que é amor, que tem poder e, que, ainda, se aproxima de nós e nos oferta tanto o amor quanto o poder para nos socorrer.

4) Lutar pela cura
Já diziam os antigos: “mente vazia, oficina do diabo”. Nossa vida é como um copo. Se estiver cheio do Espírito de Deus, o diabo não tem lugar para agir, bem como a doença, para se alastrar. Porém, caso esteja vazio, há um grande espaço para a ação demoníaca e também da enfermidade. Quem quer cura, vai ao especialista, toma remédio, faz dieta, etc., etc., etc. Quem deseja cura interior, precisa vigiar no que enche sua mente, para que o Senhor o cure, como disse o apóstolo Paulo: “e não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”(Romanos 12:2).
Se a solução está no Senhor, nossa mente deve estar cheia Dele, para que alcancemos a cura interior. Por isso, sigamos o conselho do apóstolo: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Fp. 4:8

Agora, a última engrenagem que falta para a solução do problema:
5) Entregar tuas dores a Deus
Já pensou que Jesus já crucificou consigo nossas dores? “Mas Ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele e pelas Suas pisaduras fomos sarados.” (Isaías 53:5). Mais: Ele nos convida a entregar-lhe estas dores: “vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei.” (Mateus 11:28) (mais uma vez rolam lágrimas de meus olhos. Louvado seja o Senhor!). Reconhecer o problema, identificar possíveis causas, crer e lutar pela cura, mas não são suficientes. É necessário entregar o problema, no caso, a enfermidade interior a Deus, para que Ele, que tudo pode, nos cure.

Deus te abençoe!

No amor de Cristo,

Pr. Júlio Nascimento

Igreja O Brasil Para Cristo – Jardim Villaça
Avenida São Manoel, 403 - Jardim Villaça – São Roque – SP.
Reuniões
4as – 19h30min / Domingos – 19h00
Blog: obpcjdimvillaca.blogspot.com
Email: julionascimento2@yahoo.com.br

Nosso perfil no Google

https://profiles.google.com/obpcjardimvillaca

O que vc procura nesse blog?