20 de jul de 2012

MENSAGEM DA SEMANA POR PR JULIO NASCIMENTO

CURA INTERIOR – Isaías 53.5
Mensagem transmitida no culto realizado na Igreja O Brasil Para Cristo – Jd.Villaça, em 06/05/12.

Muito se fala acerca das doenças psiquiátricas, dentre elas, a depressão, a síndrome do pânico, transtúrbio bipolar, esquizofrenia ( essa foi a Dra. Cinara Vazoller Leite que nos lembrou), dentre outras as quais têm resultado em uma corrida desenfreada aos consultórios psiquiátricos e psicológicos, e, por conseguinte, aos medicamentos de uso controlado, que se apresentam como atenuantes para as consequências destas patologias cada vez mais latentes em nossa sociedade.
Alguns cristãos, ou desavisados ou que não têm o costume de ler a Bíblia, falam, até mesmo no púlpito, que “crente não pode ter depressão”. Ora, o grande profeta Elias, após duro combate, em que enfrentou centenas de profetas do diabo e os venceu, com a força do Senhor, é ameaçado de morte pela terrível e temida rainha Jezabel. Quando ouve a notícia, encontra um zimbro, uma espécie de vegetação longilínea, que se desenvolve como pequena árvore, e de lá pede a morte (1 Rs. 19.4). Assim, a afirmação de que crente não pode ficar depressivo cai por terra à luz da Palavra.
Mais importante, porém, que saber do que se trata, é saber como tratar tais moléstias, que afligem tantos os cristãos como as demais pessoas. E a Palavra de Deus, como sempre, nos dá soluções.
Eis abaixo alguns dos passos que aquele que deseja ser curado da depressão, síndrome do pânico e demais transtornos psiquiátricos precisa dar:

1)   Reconhecer que precisa da cura.

Para tanto, algumas perguntas merecem ser por nós mesmos respondidas:

a)   Me aceito como sou?
b)   Aceito minhas responsabilidades como homem ou mulher?
c)    Estou sempre de mau humor?
d)   Tenho dificuldades de me aproximar das pessoas?
e)   Desconfio de tudo e de todos?
f)    Acho que sou tímido demais?
g)   Uso zombaria ou ares de superioridade em minhas falas?
h)   Tenho dificuldade de olhar nos olhos das pessoas?
i)     Nunca estou contente com o que faço?
j)    Me acho sem valor?
k)   Firo os outros involuntariamente?
Para aqueles que obtiveram respostas positivas, certamente precisam de cura interior.

2) Procurar identificar a causa
Há pessoas que, ou querendo se escusar de suas responsabilidades ou por pura ignorância, colocam na conta do diabo todo e qualquer problema da humanidade. Evidente que, como a Palavra afirma, ele veio para roubar, matar e destruir (Jo. 10.10), mas não é somente a ação dele que pode nos trazer máculas como as doenças psiquiátricas. Existem eventos, espirituais e cotidianos, alguns que nos remetem a tempos antigos, que podem ser a causa dos distúrbios apontados, dentre eles:
- afastamento de Deus por um período;
- pecados ocultos;
- nascimento, fruto de gravidez indesejada;
- rejeição na escola (“bullyng”);
- falta de demonstração de amor no lar;
- apelidos que desmerecem;
- preconceitos sociais e raciais;
- críticas e comparações;
- situações que geraram vergonha exagerada.

Neste momento, já reconhecemos que precisamos de cura e já identificamos possíveis causas. Que fazer agora? Próximo passo adiante:
3) Crer que Deus pode curar
Primeiro, precisamos que crer no amor de Deus: “e conhecer o amor de Deus, que excede todo entendimento, para que sejais tomados de toda plenitude de Deus.” (Efésios 3:19). Já imaginou amor tão grande assim, que “excede todo entendimento”? Assim é o amor de Deus, que vai além de qualquer perspectiva e pode minar qualquer causa aos males sentidos na alma.

Mas também temos que crer no poder de Deus: “se pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.” (João 8:36). De nada adianta saber que o amor de Deus é infinito e pode agir em nosso problema, se não crermos que Ele tem poder para nos livrar. O texto vai além e afirma que aquele que é liberto pelo Filho, se torna, de fato livre, ou seja, livre de uma vez por todas (neste momento, enquanto escrevo, caem lágrimas de meus olhos. Aleluias!!!!!). Somos livres!!!! Se sinta livre, meu irmão!!!
Finalmente, é necessário crer na providência de Deus: “sede forte e corajosos; não temais, nem vos atemorizeis diante deles, porque o Senhor, vosso Deus, é quem vai convosco.” (Deuteronômio 31:6). Servimos um Deus que é amor, que tem poder e, que, ainda, se aproxima de nós e nos oferta tanto o amor quanto o poder para nos socorrer.

4) Lutar pela cura
Já diziam os antigos: “mente vazia, oficina do diabo”. Nossa vida é como um copo. Se estiver cheio do Espírito de Deus, o diabo não tem lugar para agir, bem como a doença, para se alastrar. Porém, caso esteja vazio, há um grande espaço para a ação demoníaca e também da enfermidade. Quem quer cura, vai ao especialista, toma remédio, faz dieta, etc., etc., etc. Quem deseja cura interior, precisa vigiar no que enche sua mente, para que o Senhor o cure, como disse o apóstolo Paulo: “e não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”(Romanos 12:2).
Se a solução está no Senhor, nossa mente deve estar cheia Dele, para que alcancemos a cura interior. Por isso, sigamos o conselho do apóstolo: “Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” Fp. 4:8

Agora, a última engrenagem que falta para a solução do problema:
5) Entregar tuas dores a Deus
Já pensou que Jesus já crucificou consigo nossas dores? “Mas Ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre Ele e pelas Suas pisaduras fomos sarados.” (Isaías 53:5). Mais: Ele nos convida a entregar-lhe estas dores: “vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados e eu vos aliviarei.” (Mateus 11:28) (mais uma vez rolam lágrimas de meus olhos. Louvado seja o Senhor!). Reconhecer o problema, identificar possíveis causas, crer e lutar pela cura, mas não são suficientes. É necessário entregar o problema, no caso, a enfermidade interior a Deus, para que Ele, que tudo pode, nos cure.

Deus te abençoe!

No amor de Cristo,

Pr. Júlio Nascimento

Igreja O Brasil Para Cristo – Jardim Villaça
Avenida São Manoel, 403 - Jardim Villaça – São Roque – SP.
Reuniões
4as – 19h30min / Domingos – 19h00
Blog: obpcjdimvillaca.blogspot.com
Email: julionascimento2@yahoo.com.br

Nosso perfil no Google

https://profiles.google.com/obpcjardimvillaca

O que vc procura nesse blog?